Toots Hibbert, embaixador do reggae e líder do Toots And The Maytals, morre aos 77 anos

Reggae Ambassador Toots Hibbert and leader of Toots And The Maytals, dies at 77

Frederick “Toots” Hibbert, vocalista e compositor do Toots and the Maytals e uma das figuras fundamentais do reggae, morreu na sexta-feira em Kingston, Jamaica. Ele tinha 77 anos.

Sua morte foi anunciada nas contas da banda no Facebook e Twitter. “É com o coração pesado anunciar que Frederick Nathaniel ‘Toots’ Hibbert faleceu pacificamente esta noite, cercado por sua família no Hospital Universitário das Índias Ocidentais em Kingston, Jamaica”, diz o comunicado.

A causa da morte não foi revelada, mas sua conta no Facebook confirmou em 31 de agosto que Hibbert foi testado para coronavírus nas últimas duas semanas e colocado na UTI.

As performances emocionantes e eletrizantes de Hibbert emocionaram os amantes da música ao vivo por mais de 50 anos e trouxeram uma expressão distinta da Jamaica para o público internacional. Sua canção “Do The Reggay” de 1968 deu um nome à batida característica da Jamaica, mas sua arte desafiou os limites. Seus vocais são um amálgama de gospel vibrante, soul vintage, R&B corajoso e country clássico fundido com ritmos dóceis indígenas da Jamaica. Hibbert trouxe uma cadência deslumbrante da ilha para o padrão de Otis Redding “(I’ve Got) Dreams to Remember”, ele transformou “I Can’t Stand The Rain” de Ann Peebles em uma serenata escaldante e alterou para sempre “Country Roads” de John Denver em um adorado hino de reggae para cantar junto.

Considerado um tesouro nacional na Jamaica, em 2012 foi agraciado com a Ordem da Jamaica, a quinta maior homenagem do país.