Oscars 2021, a Netflix pode ganhar tudo

Com Mank e Os 7 de Chicago como grandes favoritos, a Netflix pode bater recordes e ganhar várias estatuetas no Oscar de 2021.

A Netflix investiu a cineastas de prestígio, como Martin Scorsese, Alfonso Cuarón e David Fincher…
Fincher é o diretor de Mank, Seu novo filme. Fincher também dirigiu Seven e Zodiac é apontado, pela primeira crítica, como um dos favoritos do próximo Oscars com o filme Mank.

A Netflix vem aumentado sua presença no Oscar. em 2020 a plataforma teve 24 indicações.

E em 2021, a gigante do streaming deverá bater novos recordes de indicações inclusive de melhor filme.

O recorde atual é sustentado pela Metro-Goldwyn-Mayer, que obteve cinco indicações ao nono Oscar em 1937: O Grande Ziegfeld – um tributo fictício à lenda da Broadway Florenz Ziegfeld Jr. – passou a receber o prêmio principal. Isso foi quando a Academia estava nomeando 10 filmes na categoria de Melhor Filme – agora, normalmente há oito ou nove nomeados nesta categoria.

A Netflix ficou de fora no passado, com Roma de Alfonso Cuarón e The Irishman de Martin Scorsese perdendo o prêmio de Melhor Filme em 2018 e 2019. Mas 2021 pode ser o ano em que ela tem grandes chances de vencer.

A Variety prevê que Mank de David Fincher e Os 7 de Chicago de Aaron Sorkin estão em uma posição segura para fazer o corte, com A Voz Suprema do Blues (apresentando a última apresentação de Chadwick Boseman antes de sua morte) também tendo uma boa chance.

A publicação também acredita que o próximo filme de George Clooney, O Céu da Meia-noite, está com uma chance, o que significaria que o streamer só precisaria de mais uma indicação para empatar com o recorde anterior da MGM e outra para vencê-lo. As chances são de que esse filme seja Destacamento Blood, que obteve críticas positivas em todas as áreas.

Com cinemas fechados em todo o mundo, abriu-se espeço para as plataformas de streaming dominarem próxima temporada de prêmios.